A música nos anos 80

A música nos anos 80

A década de 80 inicia-se com a volta de John Lennon aos estúdios de gravação. O álbum Double Fantasy é considerado um dos melhores de sua carreira. Canções de sucesso como Woman e (Just Like) Starting Over devolvem o líder e fundador dos Beatles às paradas de sucesso após 5 anos sem lançar discos. Mas na noite de 8 de Dezembro, ao voltar das sessões de gravação do seu próximo álbum, Lennon era esperado à entrada de sua residência no Edifício Dakota, em Nova York, por Mark David Chapman, um dos incontáveis fãs que sempre estavam de prontidão esperando por ele. Apenas algumas horas antes, Lennon havia autografado a capa do LP Double Fantasy para Chapman. Ao chegar a entrada do prédio, Lennon foi alvejado com cinco tiros, dados pelas costas, por Chapman, que dizia querer roubar a fama do ídolo. Lennon morreu na traseira de um carro de polícia alguns minutos depois, aos 40 anos de idade.

Os anos 80 são conhecidos também como a década da música eletrônica. Nesta época, o New Wave e o Synthpop se tornam um dos gêneros musicais mais populares, assim como toda a estrutura da Dance MusicNew wave e synthpop foram desenvolvidos por muitos artistas britânicos e americanos, e se tornaram fenômenos populares ao longo da década, se tornando praticamente um símbolo da época. Bandas de sucesso na época eram AlphavilleDepeche ModeA-haTears for FearsDuran Duran e os Pet Shop Boys.

Surge a MTV e o hip hop; o advento da música eletrônica nas pistas de dança e as primeiras raves. No underground é criado o rótulo “música industrial” para bandas eletrônicas mais experimentais e obscuras, além de diversas bandas de rock de garagem que dariam origem ao grunge na década de 1990.

Michael Jacksom foi definitivamente o maior ícone da década de 1980. Com imagem e estilos marcados por suas jaquetas de couro, luva, e o passos do Moonwalk, fora muitas vezes imitado. Seu famoso álbum de 1982, Thriller, tornou-se o mais comercializado de todos os tempos, com vendas estimadas entre 65 a 110 milhões de cópias em todo o  mundo.

Madonna foi a maior estrela e símbolo feminino dos anos 80, com os primeiros anos da carreira marcados por controvérsias e aplicações de tendências ao mainstream, que partiam desde a sonoridade dançante de suas músicas à moda, com seus marcantes crucifixos, luvas sem dedo e cabelos alvoraçados de raízes escuras. Foi a cantora que mais vendeu álbuns e singles durante a década, acumulando até a época um total de 70 milhões de discos vendidos e uma enorme quantidade de sucessos que tornaram-se atemporais.

hard rock recebeu novas influências, com batidas mais fortes e sons de guitarras mais pesados, o que trouxe ao público um dos gêneros musicais mais populares da década: o heavy metal, que, na sequência, também gerou inúmeras vertentes ainda mais rápidas e pesadas, como o thrash metalspeed metal e o black metal. Alguns exemplos que se consagram na década neste gênero do rock foram as bandas Iron Maiden e Judas Priest na versão clássica do heavy metal; e os grupos MetallicaSlayerMegadeth e Anthrax, no thrash metal. Conservando as raízes do hard rock, também merecem destaque os longos períodos de sucesso que tiveram as bandas Bon JoviVan HalenAC/DCGuns N’ RosesDef LeppardWhitesnakeScorpions, em Portugal Xutos & Pontapés e GNR e no Brasil Golpe de Estado.

Outras inúmeras bandas de rock e pop surgiram nos anos 80: A-haU2The PoliceDuran Duran. Algumas, surgidas em meados dos anos 70, só se consolidaram na década de 80.

A década também foi marcada pelo revival rockabilly, iniciado na década anterior, a banda Stray Cats é a principal representante desse revival e é classificada como neo-rockabilly.

Como o termo disco saiu de moda nos primeiros anos da década, gêneros, como pós-discoItalo discoEuro disco e dance-pop tornaram-se mais popular.

Foi nos anos 80 que surgiu a vertente da música que mais originou variantes, a House music. Inspirada em experimentações sobre batidas dos anos 70, principalmente o disco music, teve como principais representante: Bomb the BassS’expressgino latinoColdcut, entre outros. Logo no início dos anos 80 surgiu no underground a subcultura gótica na Inglaterra, denominada inicialmente como “Dark” no Brasil.